Modelista

O curso Modelista é uma qualificação profissional que forma um profissional capaz de projetar e modelar peças do vestuário masculino e feminino em tecido plano.

Ver mais
Selecione:

Turma 2021.2

Aula em Tempo Real
  • Data:
    Início: 24/05/2021
    Término: 13/10/2021
  • Periodicidade:
    2ª,4ª,6ª
    18:00/22:00
  • Duração:
    6 meses

Turma 2021.6

Aula em Tempo Real
  • Data:
    Início: 25/05/2021
    Término: 21/12/2021
  • Periodicidade:
    3ª,5ª
    18:00/22:00
  • Duração:
    8 meses

Cadastre-se! Entraremos em contato.

  • Sobre o curso

    As aulas na modalidade “Aula em tempo real” acontecem pela internet com a mesma qualidade do presencial!

    O curso Modelista forma um profissional que projeta e modela peças do vestuário masculino e feminino em tecido plano, de acordo com estrutura, caimento e sentido do fio dos tecidos, instruções especificadas na ficha técnica para elaboração de moldes, bem como ergonomia do corpo e vestibilidade da peça, visando à qualidade e ao conforto do produto final.

    O Modelista tua como autônomo ou empregado na indústria da confecção ou ateliês de costura. Relaciona-se com clientes, fornecedores e profissionais de criação, corte e produção, contribuindo para o trabalho em equipe, a satisfação e a fidelização do cliente. Esse profissional faz a ligação entre os setores de criação e produção das peças do vestuário. A partir dos seus conhecimentos e da habilidade de interpretação dos modelos, desenvolve modelagens para peças do vestuário com estruturas que primam pela vestibilidade e beleza. Nos ateliês, produz peças sob medida para os consumidores.

  • Metodologia

    As aulas acontecem pela internet, em tempo real, com a mesma qualidade do presencial. São aulas online interativas com o instrutor em tempo real, o que favorece a troca de ideias e a integração entre os alunos, e incluem momentos de webaula (síncronas) em tempo real e momentos onde as práticas (assíncronas) podem ser feitas no melhor horário para você.

    As aulas ficam gravadas e disponíveis até o final do curso. No entanto, é preciso ficar atento ao calendário e aos prazos das entregas das atividades propostas em aula.

    A metodologia utilizada privilegia a visão global de construção de uma peça, gerando autonomia para o profissional, em situações de aprendizagem que partem da realidade da profissão do Modelista.

    Pesquisa histórica e sobre a evolução das formas do vestuário, partindo de estudos relacionados às estruturas das modelagens do passado, análise de como estão sendo desenvolvidas no presente e reflexão de possibilidades de inovações futuras.

    Atividades de pesquisa sobre medidas corporais relacionadas ao vestuário e a estudos sobre as medidas utilizadas por diferentes marcas – entendendo a diversidade de medidas no vestuário e as consequências dessa falta de padronização encontrada no mercado.

    Estudo e aplicação de métodos de atendimento personalizado – características e a evolução desse tipo de serviço no mercado visando a atração de clientes.

  • Programa

    • Realizar a tomada de medidas do corpo humano, de acordo com linhas de referência, normas técnicas e tabelas de medidas.
    • Construir os moldes-base, a partir da interpretação da tabela de medidas.
    • Preencher a ficha técnica a partir da definição do modelo.
    • Elaborar a modelagem de acordo com modelos e fichas técnicas.
    • Calcular custos e preço da modelagem de acordo com a ficha técnica.
    • Adicionar as marcações nos moldes, de acordo com as posições de pences, pregas, bitolas de bainha e detalhes para a costura.
    • Registrar a nomenclatura nos moldes, conforme dados da tabela de medidas, da ficha técnica e do modelo.
    • Selecionar os materiais necessários ao corte e à montagem das peças considerando a estrutura do tecido e os processos de montagem.
    • Mensurar, riscar e cortar o tecido de acordo com a modelagem e o sentido do fio.
    • Avaliar o caimento da peça de acordo com o modelo.
    • Adequar e aprovar as peças femininas de acordo com a tabela de medidas e o modelo.
    • Adequar e aprovar as peças masculinas de acordo com a tabela de medidas e o modelo.
    • Transferir as marcações nas modelagens de acordo com os métodos de montagem e o modelo da peça.
    • Ampliar e reduzir moldes femininos e masculinos de acordo com os modelos e a tabela de medidas.
    • Identificar os pontos necessários para a gradação de acordo com a tabela de medidas.
    • Planejar e criar um ateliê de atendimento personalizado.
    • Criar fórmulas de atração de clientes por meio de propostas inclusivas, criativas e exclusivas, preços acessíveis, coquetéis e mimos.
    • Vivenciar a experiência empreendedora, ampliando a visão sobre o perfil profissional da ocupação.
    • Montar plano de ação, conforme desafio identificado no tema gerador.
    • Apresentar resultados ou soluções de acordo com as problemáticas do tema gerador e objetivos do PI.
  • Mercado de Trabalho

    De acordo com a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e da Confecção (Abit), o Brasil possui a maior cadeia produtiva integrada do Ocidente, produzindo das fibras às confecções. Emprega aproximadamente 1,7 milhão de pessoas, o que representa, respectivamente, 13,15% dos postos de trabalho e cerca de 5,7% do valor total da produção industrial de transformação.
    Segundo a empresa especializada em pesquisas para o setor têxtil, Gherzi, em 2020, o mercado global de têxteis e confecções deve atingir US$ 1,7 trilhão contra US$ 1,5 trilhão, em 2014. A projeção mostra aumento do consumo per capita de fibras têxteis e de roupas, especialmente nos países emergentes. As empresas do setor têxtil e de confecção no Brasil estão distribuídas em toda a sua extensão, em algumas regiões mais concentradas e identificadas como polos têxteis. O crescimento da população, bem como a clara relação com o crescimento do PIB aumentou o consumo de fibras têxteis em 13%, desde a década de 1970. Em sintonia com o crescimento da indústria está o varejo de moda no Brasil, que deve crescer de 1% a 2% ao ano, nos próximos anos.
    As perspectivas de desenvolvimento e crescimento do setor diante de um cenário econômico e político incerto, que ora recua, ora avança, reforça a importância de prepararmos o setor produtivo nacional com qualidade, para favorecer seu crescimento, além de suprir uma defasagem deste profissional no mercado de trabalho.

    BARROS, I. 2014 será de desafios e oportunidades para a indústria têxtil. São Paulo: Fiesp, 2013. Disponível em: <http://www.fiesp.com.br/noticias/2014-sera-de-desafios-e-possibilidades-para-a- industria-textil/>. Acesso em: 1 jun. 2017.
    Disponível em: <http://www.vitrinedoexportador.gov.br/ve/br/publicacao/ver/id/21/>. Acesso em: 1 jun. 2017.
    TONI, G. Consultor fala na Fiesp sobre o futuro do setor têxtil e de confecção. São Paulo: Fiesp, 2017. Disponível em: <http://www.fiesp.com.br/noticias/consultor-fala-na-fiesp-sobre-futuro-do-setor-textil-e-de-confeccao/>. Acesso em: 1 jun. 2017.
    BARROS, I. ‘Precisamos nos preparar para o pós-crise’, diz coordenador do Comtextil em reunião sobre os rumos do setor. São Paulo: Fiesp, 2016. Disponível em <http://www.fiesp.com.br/noticias/precisamos-nos-preparar-para-o-pos-crise-diz-coordenador-do-comtextil-em-reuniao-sobre-os-rumos-do-setor/>. Acesso em: 1 jun. 2017.

  • Pré-requisitos

    – Idade mínima: 16 anos
    – Escolaridade: Ensino Fundamental I (1º ao 5º ano) completo

    – Documento de identidade (cópia simples)
    – CPF (cópia simples)
    – Comprovante de escolaridade (cópia simples) ou autodeclaração informando que sabe ler, escrever, e fazer as 4 operações matemáticas.

Conheça relacionados

Notícias relacionados

Destaques

NINGUÉM FAZ O QUE A GENTE FAZ

Fomos criados e somos mantidos pelos empresários do Comércio de Bens, Serviços e Turismo para levar bem-estar social e educação profissional que transformam as pessoas e suas histórias. Um trabalho que há mais de 70 anos tem impacto como nenhum outro, por sua diversidade e alcance no Estado do Rio de Janeiro. Mais do que sobre números, falamos de resultados. Mas se você quiser conhecer os números, a gente também orgulho de mostrar. Aperte o play e saiba mais.