Confira como foi a Semana de Inovação e Tecnologia | Transformação Digital

Em novembro, recebemos grandes profissionais da área de tecnologia para debater sobre transformações no mundo digital, internet das coisas, e muito mais.

Tecnologia da Informação
Confira como foi a Semana de Inovação e Tecnologia
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

No final de novembro, a Faculdade Senac RJ e o Senac Botafogo receberam a primeira edição da Semana de Inovação e Tecnologia, evento criado para debater tendências nas áreas de TI e inovação, além de suas aplicações nos negócios visando o crescimento da empresarial e o reconhecimento dos seus clientes. Confira como foi o dia 27/11:

 

TRANSFORMAÇÃO DIGITAL

O primeiro encontro da Semana de Inovação e Tecnologia foi realizado na Faculdade Senac RJ, no Centro do Rio, no dia 27/11, e o tema escolhido para início dos debates foi a Transformação Digital.

O Senac RJ convidou profissionais de diferentes ramos do mercado para debater o assunto e trazer as novas tendências do mercado, aprofundando a em todas suas possibilidades. Nossos convidados foram:

  • Gaspar Carreira Júnior – Diretor de Serviços Financeiros na Oi
  • Luiz Claudio Mandarino – Gerente de Marketing B2B na Petrobrás
  • Rafael Amorim – Head de Tecnologia na B2W Services
  • Rafael Rosas – Superintendente de Canais Digitais na Icatu Seguros
  • Victor Gonçalves – Diretor de Inovação na AddTech
  • Luiz Coelho – mediador – Especialista de TI do Senac RJ

Durante o evento, ficou evidente que a transformação digital deve ser uma consequência natural da relação entre empresas e clientes. O mercado está em constante renovação, principalmente por conta de inovações tecnológicas, que abrem novas oportunidades de negócios, e nas mudanças comportamentais dos clientes ao longo dos anos.

Um dos consensos entre os participantes foi de que não basta comprar tecnologia para fazer transformações. O desejo de mudança tem que estar dentro da cultura da empresa e internalizado em suas equipes. Gaspar Carreira, diretor de Serviços Financeiros da Oi, abordou que, via de regra, as grandes empresas perdem um pouco de agilidade, em comparação as startups, para alcançar estes objetivos. Já Rafael Rosas, da Icatu Seguros, lembrou que a dificuldade em recrutar talentos e disseminar a cultura digital não pode ser uma tarefa exclusivamente do RH. A responsabilidade em multiplicar os valores da companhia deve vir de todos os times e gestores.

No encontro, também foi abordada uma outra estratégia de transformação digital por parte das grandes empresas, que é a associação, incentivo ou absorção de startups de tecnologia. Representando a BR Distribuidora, Luiz Claudio Mandarino contou que a Petrobrás faz sua parte por meio do Desafio de startups, na qual seleciona empresas em estágio inicial que atuam dentro dos segmentos da companhia com foco em inovação na mobilidade para pessoas, para negócios e em sustentabilidade. Outro exemplo é o do Rafael Amorim, Head de TI na B2W Services, empresa por trás dos sites Americanas.com, Submarino, Shoptime e Sou Barato. Rafael era o criador de uma startup de anúncios digitais, Admatic, que acabou sendo comprada pela B2W e teve seus serviços incorporados pela gigante do petróleo.

Por fim, várias tecnologias foram abordadas como transformadoras no caminho de uma empresa, mas a preocupação que deve ser primordial no planejamento estratégico é o foco em melhorar as experiências de cliente e usuário. É nesse campo que o potencial de gerar diferenciais competitivos é maior. Como Victor Gonçalves, Diretor de Inovação na AddTech, lembrou: “A primeira etapa de um processo de Customer Experience é descobrir quem é nosso cliente, o que é valor para ele e por quais emoções estão dispostos a comprar”.

Você também poderá gostar