A Segurança do Trabalho em Meios de Hospedagem

Para quem trabalha com turismo, hotéis são uma das maiores fontes de emprego. Manter os quartos limpos, a estrutura funcionando, a cozinha eficiente e os clientes satisfeitos requer muitos funcionários, trabalhando juntos e realizando funções diversas

Mercado e Gestão
Rascunho automático 6

Para quem trabalha com turismo, hotéis são uma das maiores fontes de emprego. Manter os quartos limpos, a estrutura funcionando, a cozinha eficiente e os clientes satisfeitos requer muitos funcionários, trabalhando juntos e realizando funções diversas. No entanto, é um tipo de ambiente que pode apresentar alguns riscos ao trabalhador e, portanto, é preciso estar atento e manter atitudes que evitem acidentes e problemas.

A segurança, dos hóspedes e funcionários, é um dos fatores levados em consideração na classificação em estrelas dos estabelecimentos. Para hotéis a partir de três estrelas, é exigido que certos treinamentos sejam proporcionados aos trabalhadores. O primeiro deles é o treinamento para casos de incêndio e pânico, em que os funcionários são orientados a respeito de procedimentos de evacuação e controle da população de hóspedes. Embora o plano em caso de incêndio seja uma responsabilidade do corpo de bombeiros, é importante que o corpo de funcionários esteja preparado para lidar com a situação, pela própria segurança e a dos hóspedes. Já as situações de pânico consideradas são: assalto, explosão, inundação e outras e sua abordagem é um pouco diferente de um caso de incêndio, embora os fundamentos sejam os mesmos.

O hotel, ou outro meio de hospedagem, deve também oferecer segurança para evitar assaltos, furtos e outras invasões. Essa é uma possibilidade que precisa ser considerada nesses casos devido ao alto volume de dinheiro e bens que passam por esses estabelecimentos. O atrativo para ladrões representa um risco material, mas também físico e psicológico àqueles que se encontram lá.

Em situações ordinárias, as quedas e escorregões são a maior fonte de acidentes para os funcionários de hotelaria. O deslocamento constante, muitas vezes enquanto carregam coisas e em superfícies escorregadias e/ou molhadas contribui para isso. Para evita-los é preciso manter as vias de trabalho livres e desobstruídas e bem iluminadas, os tapetes colocados devem ser antiderrapantes, assim como os sapatos dos trabalhadores que devem andar, nunca correr. Portas de forno, refrigeradores e armários, máquinas de lavar roupa ou louça devem estar sempre fechadas, evitando queimaduras e pancadas. Além disso, zonas de maior risco, como a área da piscina ou saunas, devem estar devidamente sinalizadas.

Nas cozinhas, cortes e queimaduras são os acidentes mais frequentes. Para evita-los é preciso manter facas e tábuas em boas condições, ter certeza de que os profissionais estão bem treinados e conhecem suas tarefas. Já para o uso de máquinas como fritadeiras industriais é preciso que o operador use equipamento de segurança e a vistoria da máquina seja feita com frequência.

Outro tipo de lesão comum nesses ambientes é a causada pelo carregamento de carga excessiva ou frequente. Para preveni-las é importante usar sempre ferramentas auxiliares, como carrinhos de mão ou apoios mecânicos , diminuir as distancias pelas quais as cargas serão carregadas e orientar os trabalhadores para levanta-las da forma correta.

Com todas essas medidas, o trabalho em um meio de hospedagem se torna muito mais seguro. Para trabalhar com o bem estar e a segurança dos trabalhadores procure o Senac RJ e o curso de Técnico em Segurança do Trabalho, já para conseguir uma vaga com meios de hospedagem, busque os cursos de Camareira em Meios de Hospedgem, Hotel Revenue Management (Hotel Revenue Management – Turismo e Hotelaria | Senac RJ) ou Recepcionista em Meios de Hospedagem.

Você também poderá gostar

Destaques

NINGUÉM FAZ O QUE A GENTE FAZ

Fomos criados e somos mantidos pelos empresários do Comércio de Bens, Serviços e Turismo para levar bem-estar social e educação profissional que transformam as pessoas e suas histórias. Um trabalho que há mais de 70 anos tem impacto como nenhum outro, por sua diversidade e alcance no Estado do Rio de Janeiro. Mais do que sobre números, falamos de resultados. Mas se você quiser conhecer os números, a gente também orgulho de mostrar. Aperte o play e saiba mais.