“Direito para não advogados: princípios básicos do Direito para leigos, estudantes e profissionais”

“Direito para não advogados: princípios básicos do Direito para leigos, estudantes e profissionais”

Mercado e Gestão
Rascunho automático 16
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

Você sabia que a hora de trabalho de um empregado noturno é de apenas 52 minutos e 30 segundos, fazendo com que sua jornada seja de 7 horas em vez das 8 horas de trabalho diurno? Sabia também que o condômino inadimplente pode ter seu imóvel penhorado para cobrir débitos com o condomínio, a não ser que este seja o único bem para a moradia de sua família? Questões rotineiras como essas foram detalhadas no livro “Direito para não advogados”, publicado pela Editora Senac Rio de Janeiro. Escrita por Maria Pia Bastos-Tigre Buchheim e João Luiz Coelho da Rocha, a obra esclarece as principais leis e proporciona ao cidadão comum o entendimento básico para que não cometa erros e saiba exigir seus direitos.

Diferente de grande parte da literatura jurídica disponível nas livrarias, própria para advogados ou estudantes da área, “Direito para não advogados” permite que leitores de diferentes especializações compreendam as principais leis que regem a vida em sociedade. Para isso, há ilustrações, exemplos e tabelas, além de exercícios de fixação e um pequeno dicionário com os principais termos e as expressões jurídicas mais utilizadas na mídia. Apresentado de maneira clara e objetiva, o livro tem formatação agradável e possibilita que os capítulos sejam lidos em sequência ou não.

As leis são esclarecidas em cerca de 200 páginas, distribuídas em 15 capítulos, com temas que abrangem contrato, família, trabalho, imóveis, tributos, entre outros. Além disso, a obra reúne noções básicas de Direito, processos e responsabilidades de cada cidadão, e aborda também a legislação ambiental, o direito de minorias e do consumidor. A escolha do material privilegiou os assuntos de maior interesse dos brasileiros, deixando de fora leis mais específicas, direcionadas a uma pequena parcela da população.

 

Você também poderá gostar