Senac RJ realiza amanhã o encontro do Comitê Técnico Setorial para discutir o setor do Turismo no Rio de Janeiro

Evento, que identificará desafios e tendências de mercado e subsidiará soluções de educação profissional, terá a presença dos principais representantes do setor no Estado

Mercado de Trabalho
Senac RJ realiza amanhã o encontro do Comitê Técnico Setorial para discutir o setor do Turismo no Rio de Janeiro
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

Com a presença dos principais representantes do setor do Turismo no Estado, o Senac RJ promove, nesta sexta-feira (23/3), em sua sede no Flamengo, o encontro do Comitê Técnico Setorial sobre o setor do Turismo no Rio de Janeiro. A iniciativa – que representa a primeira ação de um amplo programa do Senac RJ voltado para o desenvolvimento dessa importante vocação do Estado – tem o objetivo de promover a maior aproximação entre a instituição e representantes do turismo fluminense. E vai além: se propõe a identificar desafios, tendências, necessidades e sugestões desse mercado e reunir subsídios para o desenvolvimento de cursos e projetos educacionais alinhados às demandas dos empresários e da sociedade.

O setor do Turismo movimentou diretamente R$ 26,6 bilhões em 2016, de acordo com dados da Fundação Getulio Vargas (FGV). Somados os impactos diretos e indiretos, o valor chegou a R$ 41 bilhões naquele ano. O Comitê Técnico Setorial é constituído por representantes de empresas, associações de referência, sindicatos patronais e de trabalhadores; membros da sociedade civil, do meio acadêmico e de instituições de pesquisa, ciência e tecnologia, além de especialistas do próprio Senac RJ. Portanto, o evento é uma ferramenta que identifica as demandas do mercado de trabalho, da sociedade e dos diversos setores atendidos pela instituição.

Pela manhã, o encontro do Comitê Técnico Setorial terá a presença de Luiz Gastão Bittencourt e da alta liderança do Turismo para discutir soluções factíveis para o setor. A discussão vai embasar a criação de uma carta-compromisso com metas para o desenvolvimento do setor. Na segunda parte do evento, à tarde, haverá uma reunião de trabalho com profissionais e técnicos do setor em que, por meio de premissas propostas pela manhã pelos executivos e empresários, serão debatidos desafios e experiências positivas que vivenciam nesse segmento, envolvendo o profissional de Turismo e informações que poderão ser usadas para a atualização do portfólio dos cursos de educação profissional do Senac RJ.

Senac RJ: sempre atento às necessidades do mercado

Como instituição de educação profissional, o Senac RJ está atento às necessidades e exigências do mercado de trabalho para manter sua oferta de mão de obra qualifica­da. Nessa busca por qualidade, a instituição vem revisando e renovando seu portfólio de cursos para atender a essas demandas. E uma delas é a retomada de sua agenda de Comitês Técnicos Setoriais – que debatem, sob diferentes perspectivas, as demandas do mercado e a realidade do setor do Comércio de Bens, Serviços e Turismo. Esses encontros reúnem empresários, associações e sin­dicatos patronais e de trabalhadores, especialistas do Senac, além de instituições de pesquisa, ciência e tecnologia. O Turismo, forte vocação do Estado, foi escolhido como tema do primeiro Comitê Técnico Setorial. “As informações e conclusões que surgem nesses eventos servem para alinhar as ações do Senac RJ às tendências de mercado. Outra função é fornecer subsídios para a ela­boração de cursos e outras ações educacionais”, afirma Ana Claudia Martins, Diretora Regional do Senac RJ.

O Rio de Janeiro é reconhecido como destino turístico por possuir uma vasta oferta de atrativos, tanto culturais quanto naturais. Segundo dados do Senac RJ, o setor de Turismo emprega mais de 300 mil profissionais fluminenses, em diversas ocupações, como camareiros e recepcionistas de hotel, agentes de viagem, entre outros, além de gerar renda para profissionais autônomos como guias turísticos e motoristas. Na cidade do Rio de Janeiro, a taxa de ocupação hoteleira supera os 40%, em média, nos últimos anos, atingindo 55% nos estabelecimentos de quatro estrelas. Os turistas vêm ao Rio de Janeiro tanto a lazer (41%), quanto a trabalho (41%).

Você também poderá gostar