Sistema Fecomércio RJ lança campanha Rio de Mãos Dadas

Ações abrangem exposições itinerantes, cursos adaptados ao novo normal e maratonas virtuais

Institucional
‘Rio de Mãos Dadas’ para retorno das atividades

O Sistema Fecomércio RJ (Sesc RJ e Senac RJ) irá promover uma série de ações que iniciam em fevereiro e seguem ao longo de 2021, a fim de envolver as pessoas em um clima de positividade que permeie o novo ano e ajude a superar o difícil 2020. Intervenções urbanas, exposições itinerantes, maratonas virtuais, cursos adaptados ao “novo normal”, Prêmio Fecomércio de Cultura e uma Edição Especial do Prêmio Visão Consciente, para identificar e reconhecer empresas que fizeram a diferença em suas áreas de atuação e na sociedade, são exemplos da iniciativa Rio de Mãos Dadas 

“Nosso objetivo é reforçar o compromisso com milhares de pessoas em todo o estado. Fortalecer a importância dos serviços de cultura, educação, capacitações, ações sociais e oportunidades oferecidos pelo Senac RJ, pelo Sesc RJ, pela Fecomércio RJ e pelo IFec diariamente. Queremos levar para a população fluminense a mensagem de esperança, superação, otimismo e união para o novo ano.” – explica Antonio Florencio de Queiroz Junior, presidente do Sistema Fecomércio RJ.  

Para lançar a primeira fase desse movimento, o Sistema Fecomércio RJ realizou, em parceria com a Editora Globo, no dia 25 de janeiro, uma live com a presença de Cláudio Castro, governador em exercício do Estado do Rio de Janeiro; Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro; Antonio Queiroz, presidente da Fecomércio RJ; Michael Nagy, diretor do Fairmont Rio de Janeiro Copacabana; e Fernando Blower, presidente do SindRio e diretor-executivo da ANR – Associação Nacional dos Restaurantes. Com mediação da colunista do Globo Míriam Leitão, o encontro virtual foi transmitido no YouTube e Facebook do jornal O Globo e no Facebook do jornal Extra.

Intervenções urbanas 

Esculturas de fibra de vidro em formato de duas mãos, com mais de 2 metros de altura e trabalhadas por 10 artistas locais, irão transformar o ambiente urbano em uma galeria, que ficará à mostra no período de 19 de fevereiro a 7 de março. A ação será realizada em duas etapas: escultura com mãos afastadas, representando as privações impostas pela pandemia do Covid-19, e a junção das mãos no dia 26 de fevereiro. Esta última fase será o retrato da campanha Rio de Mãos Dadas, um símbolo de esperança da retomada de contatos, planos e afetos em 2021. 

As obras ficarão expostas em diversos bairros da cidade: Copacabana, Largo da Carioca, Mercadão de Madureira, Barra da Tijuca, Aterro do Flamengo, Lagoa Rodrigo de Freitas, Central do Brasil, Calçadão de Campo Grande, Tijuca e Arpoador. 

Para saber mais sobre a iniciativa Rio de Mãos Dadas e conferir os endereços das exposições, acesse riodemaosdadas.com.br

Você também poderá gostar