Estudantes do Rio de Janeiro disputam a final brasileira da Competição Senac de Educação Profissional

Entre os dias 19 e 24 de novembro, em Vitória (ES), as competidoras do Senac RJ nas categorias de Cozinha e Cabeleireiro participam de provas que vão definir quem vai representar o Brasil na World Skills, na Rússia, em 2019

Institucional
Home 26
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

As estudantes do Senac RJ Laíse Lopes, 20 anos, e Lorenna Heinfellner, 21, embarcam nesta segunda-feira, 19.11, para Vitória (ES) onde irão representar o Rio de Janeiro na grande final da Competição Senac de Educação Profissional nas categorias Cozinha e Cabelereiro, respectivamente. Durante quatro dias, Laíse e Lorenna irão competir com participantes de outros 19 estados brasileiros em provas práticas que simulam situações reais do exercício profissional. Os melhores classificados em cada categoria vão integrar a equipe brasileira que participa da 45ª World Skills, maior competição mundial de educação profissional, que será realizada na Rússia, em 2019, da qual participarão cerca de 1400 alunos de instituições de mais de 70 países.

 

“Para nós, do Senac RJ, a participação nesse desafio de educação profissional promovido pelo Senac Nacional é uma oportunidade valiosa para demonstrar para o mercado de trabalho a formação de excelência que oferecemos aos nossos alunos. Alinhada às diretrizes pedagógicas, a capacitação oferecida pelo Senac forma jovens preparados para ingressar no mercado de trabalho e aptos a enfrentar os desafios da vida profissional. Para o empresariado, é uma chance de reconhecer nossa instituição como referência em educação profissional, em sintonia com as necessidades do Setor do Comércio de Bens, Serviços e Turismo”, afirma a diretora do Senac RJ, Ana Cláudia Martins.

 

As competidoras se prepararam ao longo de todo este ano. Laíse concluiu o curso de Cozinheiro no Senac Madureira e Lorenna é cabelereira formada pela unidade do Senac RJ de Niterói. Para elas, o desafio começou em abril, quando após uma seleção ampla entre os alunos elegíveis de todo o Rio de Janeiro, elas passaram a integrar o time de quatro finalistas estaduais, sendo dois alunos de cada ocupação.

 

De lá para cá, esses quatro estudantes participaram de uma rotina intensa de treinamento. Além das práticas diárias na cozinha e no salão de beleza, em que eram exigidas atuações precisas e cronometradas, eles receberam auxílio valioso de profissionais de mercado referência em suas áreas, como chefs de cozinha estrelados e cabeleireiros de renome nacional. O treinamento incluiu ainda o trabalho com uma coach de carreiras, orientação nutricional, exercícios de pilates e de consciência corporal. Tudo para que os alunos estivessem preparados para os desafios que viriam a seguir. Mas a vaga para a competição nacional só foi garantida pelas duas finalistas em setembro, na última seletiva estadual, realizada em Petrópolis (RJ). Os dois alunos de cada ocupação selecionados na primeira etapa se enfrentaram mais uma vez em provas prática e Laíse e Lorenna tiveram o melhor resultado e continuaram seus treinamentos para a competição nacional.

 

Para a Laíse, competidora da ocupação Cozinha, o desafio é profissional, mas o crescimento após essa experiência se deu também no âmbito pessoal. “Quero buscar essa medalha, claro, mas, independentemente do resultado, meu objetivo é me superar. Toda essa caminhada, durante este ano, foi muito importante para mim, tanto na vida profissional quanto pessoal. Hoje minha expectativa é muito maior do que quando comecei devido ao treinamento intenso. Tive contato com grandes chefs que me passaram diferentes técnicas e conhecimentos. Além disso, o processo de  coaching fez toda a diferença nas nossas competências pessoais. Vejo que sou uma pessoa muito mais focada para fazer o meu melhor. Tenho muita sede de aprender e crescer e continuar nessa profissão que eu adoro”, afirma.

 

A cabeleireira Lorenna concorda e fala sobre a evolução técnica e emocional durante o treinamento. “Estou lá para aprender e crescer junto.  Após essa rotina diária de treinamento, sinto que adquiri uns 30 anos de experiência em apenas alguns meses. Mudei bastante, aprendi e evolui muito. Percebi que eu tinha um foco exagerado. Queria começar a treinar às 8h e parar só às 22h, era uma coisa que acabava me deixando desesperada. A coach acalmou meus ânimos, disse para eu não exagerar e, agora, me sinto muito mais segura para competir”, diz. Para ela, além das técnicas da profissão, outros pontos do treinamento também fizeram a diferença. “Como fico muito em pé, o pilates me ajuda a conseguir trabalhar sem sentir dor. Além disso, os exercícios de consciência corporal são importantes porque o cabeleireiro, que atende o público, deve ter uma boa postura na hora de realizar o trabalho”.

 

A Competição Senac de Educação Profissional é uma das mais importantes iniciativas desse tipo no Brasil e mobiliza, desde 2016, milhares de jovens, entre 18 e 21 anos. Além de terem formação técnica de excelência, os alunos selecionados nas primeiras fases da competição participam de um treinamento intensivo, têm contato com profissionais de referência em suas áreas, aprendem as melhores práticas do mercado, descobrem inovações técnicas e tecnológicas e compartilham experiências. Além disso, trata-se de um espaço privilegiado para que os estudantes mostrem suas habilidades ao mercado de trabalho e que os empresários conheçam a excelência da capacitação profissional do Senac.

Senac RJ

O Senac RJ é uma instituição de ensino que atua há 72 anos na profissionalização de mão de obra para o setor do Comércio de Bens, Serviços e Turismo no Estado do Rio de Janeiro. Com 37 unidades em todo o estado, a instituição investe fortemente em inclusão social por meio de capacitação para o mercado de trabalho e é reconhecida como referência na oferta de cursos profissionalizantes, tendo atingido a marca de 70% de empregabilidade nos últimos anos.

Você também poderá gostar