Atendimento e limpeza são fundamentais em um hostel

Aprenda dicas importantes para o sucesso do seu hostel

Empreendedorismo
Atendimento e limpeza são fundamentais em um hostel
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

Comuns na Europa, os albergues estão ficando mais populares no Brasil. Também chamadas de hostel, as hospedagens se diferenciam das grandes redes hoteleiras por serem menores, mais baratas e oferecerem um serviço diferenciado. É normal, por exemplo, dormir em quartos compartilhados, ou ter que dividir o banheiro com diferentes hóspedes.

Por ter um preço mais em conta, os hostels fazem sucesso com jovens viajantes que estão de passagem pela cidade. Assim, novos empreendimentos são abertos para atender à demanda. Mas não pense que é fácil transformar o imóvel em um albergue de sucesso. Como os hotéis, o local precisa estabelecer critérios de qualidade para atrair os turistas.

“Quem pensa que os albergues são aqueles alojamentos velhos e que seus hóspedes não se importam tanto com a qualidade porque estão pagando por um lugar barato, está enganado”, explica Gabriela Borges, especialista de Turismo do Senac RJ. “Hoje, o viajante que procura por um hostel continua querendo economizar, mas também tem a necessidade de encontrar um lugar aconchegante, seguro e confiável. O empreendedor precisa entender quem é esse turista e os novos conceitos de viagens.”

Confira algumas dicas da especialista para abrir um hostel de sucesso:

Tenha cuidado com a limpeza – A higiene do local é o primeiro fator de escolha para o viajante. “Basicamente, tenha em seu estabelecimento um enxoval simples e limpo”, orienta Gabriela. “Já existem alguns casos no Rio de Janeiro de bed bug (parasita com aspecto de percevejo encontrado na mochila dos estrangeiros que se aloja nas dobras dos colchões ou nas frestas da cama). Limpeza é fundamental.” Também fique atento às condições dos banheiros.

Invista em segurança – Não pense que os hóspedes são menos exigentes no quesito segurança. Mesmo em quartos compartilhados, o estabelecimento precisa oferecer um local para que cada turista guarde suas coisas. “O perfil desse público são pessoas que tem interesse em conhecer a cidade ‘batendo pernas’. Quando eles voltam tarde da noite, buscam encontrar basicamente um lugar simples e limpo, para tomar banho e descansar, e que seus pertences estejam intactos”, avisa a especialista.

Ofereça uma boa conexão – Mesmo viajando, as pessoas não ficam longe da internet. Por isso, é fundamental oferecer uma conexão rápida aos hóspedes.

Inove na área de convivência – Diferente dos hotéis tradicionais, os hostels são usados para fazer novas amizades e conhecer pessoas. Uma área de convivência atraente é fundamental nesse aspecto. “Ofereça um local que funcione como um ponto de encontro e que também seja aberto ao público. Festas que promovam a integração entre os turistas e nativos estão em alta”, aconselha Gabriela.

Conte com um bom atendimento – Esse é um dos aspectos mais importantes do hostel: o atendimento. “Procure pessoas preparadas para atender com excelência”, sugere a especialista. É fundamental contar com funcionários bilíngues e que conheçam bem a cidade, podendo dar diferentes dicas aos viajantes.

Em alguns lugares, o atendimento do hostel é tão bom, que o próprio empreendimento vira uma atração turística, como o Wild Rover, em La Paz, na Bolívia. “Lá os funcionários são jovens, descolados, educados e cativantes” lembra Gabriela. “No Kabul, em Barcelona, o recepcionista é uma espécie de guia de turismo noturno que leva os hóspedes para os locais mais interessantes da cidade. Essas integrações entre hóspedes e funcionários ainda não são comuns no Brasil, mas é um diferencial a ser trabalhado para quem quer se destacar neste mercado.”

Para oferecer um bom atendimento, é fundamental contar com uma boa formação no setor. Assim, uma boa alternativa é buscar a excelência dos cursos oferecidos pelo Senac RJ, como o Aprendizagem Profissional Comercial em Serviços Hoteleiros e o Recepcionista em Meios de Hospedagem.

Você também poderá gostar