Finalistas do Rio de Janeiro disputam primeiro dia de provas da Competição Senac de Educação Profissional em Vitória (ES)

Até a próxima sexta, 23 de novembro, em Vitória (ES), as competidoras do Senac RJ participam de provas nas categorias de Cozinha e Cabeleireiro. No sábado, 24.11, serão conhecidos os vencedores que vão representar o Brasil na World Skills, na Rússia, em 2019

Educação
Senac RJ estreia na Competição Senac de Educação Profissional
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

No dia 20/11, as finalistas do Rio de Janeiro disputaram as primeiras provas da decisão da Competição Senac de Educação Profissional, que está sendo realizada no Hotel Escola Senac Ilha do Boi, em Vitória (ES). Até a próxima sexta-feira, 23.11, Laíse Lopes, de 20 anos, e Lorenna Heinfellner, 21, disputarão diversas provas nas categorias Cozinha e Cabelereiro, respectivamente, competindo com participantes de outros 19 estados brasileiros em provas práticas que simulam situações reais do exercício profissional. Os melhores classificados em cada categoria serão conhecidos no sábado, 24.11, e vão integrar a equipe brasileira que participa da 45ª World Skills, maior competição mundial de educação profissional, que será realizada na Rússia, em 2019, da qual participarão cerca de 1400 alunos de instituições de mais de 70 países.

Para a competidora da prova de Cabeleireiro, Lorenna Heinfellner, o dia começou cedo. Às 9h, ela já estava a postos para começar o primeiro módulo, que consistia na coloração e em um penteado com cachos. À tarde, Lorenna voltou e, desta vez, o desafio era produzir um penteado de noiva clássico, também com coloração e ondas. “Acho que fui muito bem nesse primeiro dia. Estou orgulhosa do meu trabalho. Aprendi que tenho que prestar bastante atenção a todos os detalhes, que isso conta muito. Me esforcei, dei o meu melhor, consegui um bom tempo. Começar bem me dá mais segurança e espero me sair ainda melhor nos próximos dias”, diz Lorenna.

Já Laíse Lopes entrou no espaço de prova às 13h30 com o desafio de preparar uma sopa Borscht, com origem no leste europeu, preparada à base de beterraba, carne vermelha, vegetais e creme azedo. Na disputa seguinte, a candidata criou duas opções de finger food (canapés), o primeiro tendo coxa de pato como um dos ingredientes e o segundo em uma versão ovolactovegetariana. “Hoje o mais difícil foi conseguir concluir a prova no prazo. Nunca tinha trabalhado nessa cozinha e demorei um pouco a me familiarizar. Mas consegui entregar meu prato faltando trinta segundos! Como amanhã é o módulo surpresa, para o qual não é possível se preparar com antecedência, estou nervosa, mas espero repetir a prova de hoje e me sair muito bem”, diz a competidora.

Você também poderá gostar