Senac RJ lança curso para criação de jogo de tabuleiro

Todas as teorias, técnicas e conteúdos aprendidos pelos alunos são aplicados ao jogo que vai sendo desenvolvido ao longo do curso

Design
Criando meu primeiro jogo de tabuleiro (Boardgame) 1
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

Engana-se quem pensa que os jogos eletrônicos deram fim aos jogos de tabuleiro. A cada ano aumentam as vendas das empresas que apostam nos “Boardgames”, com lançamento de jogos mais complexos, o que revigora o setor. Além disso, muitas empresas fazem encomendas de jogos específicos para realizar treinamentos e dinâmicas entre colaboradores e fornecedores.

De olho neste mercado, o Senac RJ lança o curso “Meu 1º jogo de tabuleiro”, no qual os alunos vão aprender a planejar e criar um jogo de tabuleiro, definindo o tema e gênero (ação, aventura, estratégia, infantil, didático etc), as regras, se o jogo será competitivo ou colaborativo, como serão os personagens e jogadores, e todos os elementos do roteiro em aulas inteiramente práticas.

Todas as teorias, técnicas e conteúdos aprendidos pelos alunos são aplicados ao jogo que vai sendo desenvolvido ao longo do curso. O curso tem duração de 12 aulas (48h, cerca de dois meses de aulas) e é ministrado por docentes com experiência de mercado e que trazem cases e exemplos para debate. Os alunos têm em sala de aula todos os recursos para elaborar o protótipo do seu jogo analógico, como peões, cubos, cards, dados, ampulhetas, entre outras ferramentas. Ao final, os alunos testam seu jogo para comprovar a coesão dos elementos: mecânica, estética, narrativa e tecnologia de jogos.

O que o aluno irá aprender?

  • História e Estilo de Jogos Analógicos
  • Storyboard
  • Prototipação de Jogos
  • Mecânicas de Jogos
  • Narrativas de Jogos
  • Estética de Jogos
  • Documentação de jogos

Benefícios à saúde

O jogo físico e presencial, mais que uma brincadeira, trabalha aspectos sociais como interação e convivência; além dos aspectos cognitivos, como concentração e estratégia. Muitos jogos podem envolver ainda aspectos motores pois os jogadores podem precisar de movimentos (mimica, imitação etc).

Ao jogar em grupo, os jogos também desenvolvem habilidades intelectuais como o reconhecimento de regras, a construção de hipóteses e a capacidade de planejamento e decisão.

Mercado de Trabalho

Além dos jogos que façam os indivíduos se divertirem, se integrarem, há um amplo mercado para quem precisa com que os jogadores pensem ou demonstrem conhecimento. É possível customizar de acordo com o público-alvo de uma empresa, levando em conta questões como nível de instrução, disponibilidade de tempo dos funcionários durante os turnos de serviço, questões mais relevantes que precisavam ser abordadas, etc.

O aluno que fizer o curso “Criando meu 1º jogo de tabuleiro” pode depois fazer o de Designer de Games, que é uma qualificação profissional, um curso mais completo para quem realmente quer se capacitar para trabalhar no mercado de jogos digitais. Para fazer um game digital, é condição essencial aprender antes a criar jogos analógicos.

Quem cursa o “Criando meu 1º jogo de tabuleiro” não precisa depois fazer essa Unidade Curricular (matéria) no Designer de Games pois ele já tem essa competência, ou seja, já sabe elaborar jogos analógicos. Clique aqui e e saiba mais sobre o curso.

SERVIÇO
Curso
Criando Meu 1º Jogo de Tabuleiro
Unidades Botafogo e Santa Luzia.
Valor: R$ 756,00 – ou em até em 12 parcelas de R$ 63 no cartão de crédito
Informações: Não tem pré-requisito nem material didático

Você também poderá gostar