Presencial
Modelagem e Costura para Iniciantes 1
Modelagem e Costura para Iniciantes 1

Modelagem e Costura para Iniciantes

O curso de Modelagem e Costura para Iniciantes tem foco em corte, costura e acabamentos de peças básicas do vestuário feminino.

  • Carga horária: 92 h
  • Nível: Socioprofissional

Encontre em: 12 unidades

Selecione a Unidade:

No momento não há turmas abertas na unidade Centro Politécnico

Preencha o formulário e receba alertas sobre novas turmas nesta unidade.

Modelagem e Costura para Iniciantes

Sobre o curso

O curso de Modelagem e Costura para Iniciantes se situa como uma possibilidade de entrada para quem deseja ocupar espaço na cadeia produtiva da moda no segmento de vestuário.

O objetivo deste curso é capacitar pessoas para a elaboração de moldes (técnicas de modelagem plana), corte, costura e acabamentos de peças básicas do vestuário feminino.

Ao se formarem, serão capazes de empreenderem e abrir seu próprio negócio ou ainda trabalhar em confecções, atuando com foco em resultados e na prestação de serviços com qualidade e sustentabilidade.

Vamos entrar em contato com você!

Preencha as informações abaixo:

Metodologia

A metodologia utilizada privilegia a visão global de construção de uma peça, gerando autonomia para o profissional.
Exercícios de acabamento e traçados para a desenvoltura na operação de máquina de costura (saída, paradas, curvas, cantos e linhas retas), visando destreza em seu manuseio.

Utilização da técnica de modelagem tridimensional como apoio para facilitar a visão volumétrica na construção do molde plano.
Visitas técnicas, pesquisas e entrevistas com profissionais, para uma aproximação do mercado (seus desafios e possibilidades).

Soluções reais de costura que utilizem as sobras têxteis contribuindo para a solução da problemática dos resíduos gerados pelas confecções.

Programa

* Coletar e registrar as medidas do corpo do cliente, conforme procedimentos de medição.
* Selecionar materiais, instrumentos e equipamentos de acordo com os procedimentos técnicos e normas de segurança.
* Construir as bases de peças básicas do vestuário feminino, a partir de tabela de medidas preestabelecida e com base nas técnicas de modelagem plana.
* Interpretar o modelo a ser desenvolvido para a criação da modelagem de peças básicas femininas em tecido plano de acordo com desenho de moda (croquis), fichas técnicas e imagens em geral.
* Registrar a nomenclatura nos moldes e faz as marcações, de acordo com as posições de pences, pregas, bitolas de bainha, revéis, transpasses, vistas de abotoamento e detalhes para a costura.
*Selecionar materiais, instrumentos e equipamentos de acordo com os procedimentos técnicos e normas de segurança.
* Realizar corte das peças em tecidos planos utilizando técnicas de procedimento manual.
* Organizar as partes da peça e aviamentos, de acordo com o modelo e a sequência operacional de montagem.
* Executar a pré-montagem de peças, conforme o tipo de vestuário e suas especificidades, respeitando a sequência operacional e as especificações da ficha técnica.
* Costurar peças, conforme o tipo de vestuário e as especificações da ficha técnica.
* Realizar acabamentos de acordo com as características do tecido e modelo, utilizando máquinas e acessórios específicos.
* Realizar a limpeza da peça, utilizando as ferramentas adequadas a cada processo.

Mercado de Trabalho

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) há, no Brasil, um grande potencial de expansão das exportações da indústria têxtil e de confecção.O país representa a quinta e a quarta maior produção mundial dos setores, respectivamente, gerando 1,7 milhão de empregos diretos, dos quais 75% são mulheres1.

Em 2017, o total de contratações realizadas pela indústria de transformação no país, no período de janeiro a julho, correspondeu a 21,6 mil postos de trabalho com carteira assinada2. Ao mesmo tempo em que cresce a presença dos importados no abastecimento do mercado brasileiro, o que representa uma ameaça à competitividade da indústria brasileira, dentro e fora do país3, o segmento de vestuário estima que até 2025, sejam criados mais de 300 mil postos de trabalho em resposta às demandas das mais de 30 mil indústrias têxteis nacionais, aumentando assim, as exportações, os postos de trabalho e o faturamento4.

 

1 Disponível em http://www.abit.org.br/conteudo/links/publicacoes/agenda_site.pdf.
2 Disponível em https://www.valor.com.br/empresas/5097766/setor-textil-responde-por-metade-dosempregos-criados-na-industria.
3 Disponível em http://www.abit.org.br/conteudo/links/publicacoes/agenda_site.pdf.
4 Disponível em http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ideias/como-montar-um-atelie-decostura,fe787a51b9105410VgnVCM1000003b74010aRCRD

Pré-requisitos

– Idade mínima: 16 anos;
– Escolaridade: Ensino Fundamental I (1º ao 5º ano) completo.

– Documento de identidade (cópia simples);
– CPF (cópia simples);
– Comprovante de escolaridade (cópia simples) ou autodeclaração informando que sabe ler, escrever, e fazer as 4 operações matemáticas.

Cursos relacionados

Ver todos os cursos

Últimas notícias

Ver todas as notícias

Fique por dentro das novidades do Senac RJ. Acompanhe nossas notícias para saber mais sobre mercado de trabalho, sua área de interesse ou eventos.

Ver todas