Aperfeiçoamento em Corte, Costura e Modelagem

O curso de Aperfeiçoamento em Corte, Costura e Modelagem tem foco em peças avançadas do vestuário plano feminino.

Ver mais
Selecione:

Turma 2021.1

Presencial
  • Data:
    Início: 10/05/2021
    Término: 23/06/2021
  • Periodicidade:
    2ª,4ª,6ª
    18:00/22:00
  • Duração:
    2 meses

Turma 2021.2

Presencial
  • Data:
    Início: 22/06/2021
    Término: 14/09/2021
  • Periodicidade:
    3ª,5ª
    13:00/17:00
  • Duração:
    4 meses

Cadastre-se! Entraremos em contato.

  • Sobre o curso

    O curso Aperfeiçoamento em Corte, Costura e Modelagem é destinado a pessoas que desejam se aperfeiçoar na área de moda, com foco de atuação em Costura e Modelagem.

    O objetivo deste curso é capacitar pessoas para projetar, modelar e realizar procedimento de corte, montagem e acabamento de peças avançadas do vestuário.

  • Metodologia

    Visão global de construção de uma peça gerando autonomia para o profissional.

    Visitas técnicas, pesquisas e entrevistas com profissionais, para uma aproximação do mercado.

    Utilização do manequim de Moulage para facilitar a visão volumétrica na hora de construção dos modelos bem como a percepção de caimentos e ajustes ao corpo de peças como corselet.

    Aluno orientado ao pensamento crítico e questionador para encontrar novos caminhos no fazer profissional.

    Cobrança de acabamentos impecáveis, visto se tratar de vestuário avançado, com valor agregado mais alto no mercado e, por isso, maior exigência de qualidade.

  • Programa

    * Coletar e registrar as medidas do corpo da cliente, conforme procedimentos de medição.
    * Selecionar materiais, instrumentos e equipamentos de acordo com os procedimentos técnicos e normas de segurança.
    * Construir os moldes de peças do vestuário feminino, a partir de tabela de medidas preestabelecida e com base nas técnicas de modelagem plana.
    * Interpretar o modelo a ser desenvolvido para a criação da modelagem de peças avançadas femininas em tecido plano de acordo com desenho de moda (croquis), fichas técnicas e imagens em geral.
    * Registrar a nomenclatura nos moldes e fazer as marcações, de acordo com as posições de pences, pregas, bitolas de bainha, revéis, transpasses, vistas de abotoamento e detalhes para a costura.
    * Preencher a ficha técnica a partir da definição da peça do vestuário.
    * Calcular custos e preços da modelagem de acordo com ficha técnica.
    * Selecionar materiais, instrumentos e equipamentos de acordo com os procedimentos técnicos e normas de segurança.
    * Mensurar, riscar e realizar o corte das peças em tecidos planos, utilizando técnicas de procedimento manual e/ou à máquina.
    * Organizar as partes da peça e aviamentos, de acordo com o modelo e a sequência operacional de montagem.
    * Executar a pré-montagem de peças, conforme o tipo de vestuário e suas especificidades, respeitando a sequência operacional e as especificações da ficha técnica.
    * Costurar peças elaboradas, conforme o tipo de vestuário e as especificações da ficha técnica.
    * Realizar acabamentos de acordo com as características do tecido e modelo, utilizando máquinas e acessórios específicos.
    * Realizar a limpeza da peça, utilizando as ferramentas adequadas a cada processo;
    * Avaliar o caimento, adequa e aprova peças de acordo com tabela de medidas e modelo específico.

  • Mercado de Trabalho

    De acordo com a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) há, no Brasil, um grande potencial de expansão das exportações da indústria têxtil e de confecção. O país representa a quinta e a quarta maior produção mundial dos setores, respectivamente, gerando 1,7 milhão de empregos diretos, dos quais 75% são mulheres. Em 2017, o total de contratações realizadas pela indústria de transformação no país, no período de janeiro a julho, correspondeu a 21,6 mil postos de trabalho com carteira assinada.

    Ao mesmo tempo em que cresce a presença dos importados no abastecimento do mercado brasileiro, o que representa uma ameaça à competitividade da indústria brasileira, dentro e fora do país, o segmento de vestuário estima que até 2025, sejam criados mais de 300 mil postos de trabalho em resposta às demandas das mais de 30 mil indústrias têxteis nacionais, aumentando assim, as exportações, os postos de trabalho e o faturamento.

    De acordo com o contexto apresentado, o profissional da área de costura e modelagem ocupa importante espaço na cadeia produtiva, seja em ateliês ou grandes confecções, podendo, ainda, exercer o ofício em casa ou atendimento em domicílio.

    Para quem pretende ingressar na profissão ou já se encontra atuando é, portanto, imprescindível investir em um aperfeiçoamento, haja vista que, além das técnicas básicas de modelagem, corte e costura, é necessária a promoção de uma constante reciclagem e evolução, garantindo atender às competências necessárias para atuar neste mercado.

  • Pré-requisitos

    – Idade mínima: 16 anos
    – Requisito/Conhecimento Específico: Conhecimento básico em Modelagem e Costura de Vestuário plano feminino.

    Documentos exigidos para matrícula:
    – Documento oficial de identificação (original e cópia simples)
    – CPF (original e cópia simples)
    – Autodeclaração informando que sabe ler, escrever, e fazer as 4 operações matemáticas.
    – Comprovante de certificação ou comprovação de experiência profissional em modelagem e costura (cópia simples) ou autodeclaração informando ter experiência em modelagem e costura.

Conheça relacionados

Notícias relacionados

Destaques

NINGUÉM FAZ O QUE A GENTE FAZ

Fomos criados e somos mantidos pelos empresários do Comércio de Bens, Serviços e Turismo para levar bem-estar social e educação profissional que transformam as pessoas e suas histórias. Um trabalho que há mais de 70 anos tem impacto como nenhum outro, por sua diversidade e alcance no Estado do Rio de Janeiro. Mais do que sobre números, falamos de resultados. Mas se você quiser conhecer os números, a gente também orgulho de mostrar. Aperte o play e saiba mais.